Seguidores

Acompanhe-me nas Redes Sociais


Gostaste? Então, (com)partilha nas Redes Sociais

domingo, 26 de agosto de 2012

O Presente


Imagem aqui.

Já escrevi artigos a falar do futuro e do passado, portanto, hoje vou falar do presente.

Em termos de tempo real, o único momento que realmente temos é o Presente. O Presente é o que é, é o palpável, é a matéria, a concretização. É no Presente que sentimos na pele que estamos vivos, sentimos que estamos a ser tocadas(os) e que podemos também tocar, podemos tocar uma infinidade de coisas, agarrar. Os nossos 6 sentidos ficam todos mais despertos: com a visão podemos ver, com o olfato podemos sentir o perfume, com a audição podemos escutar, com o paladar podemos saborear, com o tacto podemos tocar, agarrar e sentir. Deixei para o fim a intuição, que é o nosso 6º sentido e que está conectado ao invisível, ao nosso imaginário e também ao lado oculto da vida. O sentido da intuição está ligado aos restantes 5 sentidos e, quando o 6º sentido está equilibrado e está bem orientado a nossa vida corre realmente bem.

O aqui e agora, ou o tempo ao qual denominamos de Presente, é realmente um presente, uma dádiva. Se recorrermos ao dicionário, o significado e os sinónimos desta palavra têm este significado e outros tantos, tais como: oferta e prenda. E realmente é verdade, o estado Presente é realmente uma prenda.

Mas... é uma prenda de quem, de onde veio?

Para mim tem vários nomes: Deus, universo, etc., mas cada qual chama-lhe como quiser, até porque Ele tem muitos nomes. Porém, isto do nome a atribuir ao Criador Universal não tem qualquer importância, é apenas um detalhe e não é para falar acerca do nome Dele que estou a escrever este artigo. Isto foi um pequeno à parte.

Se pensarmos bem acerca do tempo: Passado, Presente e Futuro compreendemos que o único tempo que temos é o Presente, o aqui e o agora, o real e vivido. O tempo Passado de facto, não existe. Existiu e vivêmo-lo, mas já não existe mais. A única coisa que temos é uma memória, que nos trás nostalgia, saudades... Se as recordações tiverem sido boas, sorrimos e muitas vezes também choramos. É no Presente então que descobrimos o que é a Felicidade e a Tristeza. No Presente, no aqui e agora, percebemos que fomos muito felizes e então descobrimos o sentimento da tristeza, porque simplesmente queremos voltar aquele momento e não podemos. Esse tempo pertence ao Passado... Como não existem máquinas para fazer viagens no tempo, quase automaticamente começamos a pensar nas coisas que queremos e pensamos no Futuro. Fazemos planos, sonhamos e projectamos. Depois vem a parte difícil, que é esperar e é aí que descobrimos novos sentimentos: obsessão e ansiedade. Quando isto sucede nem nos apercebemos que estamos mais uma vez fora do tempo que devíamos estar, o Presente e que novamente, estamos a viver um tempo que não existe: o Futuro. Este tempo também não existe, tal como o Passado. O Passado e o Futuro, são tempos opostos. No tempo Passado temos consciência do que já tivemos e que podemos ter perdido, temos consciência dos momentos vividos que, logo no estado Presente já não temos, ou então aquilo foi mudado. Com isto não quero dizer que isto é uma coisa negativa, até porque pode ter sido uma coisa negativa no Passado que, no Presente se altera gradualmente e no Futuro transforma-se numa coisa positiva. Porém, o Futuro é sempre incerto e tem uma infinidade de possibilidades de coisas que podem acontecer, ou não, embora eu goste de acreditar que acontecem e que são acontecimentos positivos. Tudo está em aberto.

Sendo assim, vamos lá viver neste tempo, porque viver no Passado, ou no Futuro desgasta-nos a alma e o corpo acaba por adoecer. Estamos no Presente e é neste tempo que temos de viver, de estar e de sentir, é então que os nossos sentidos ficam mais desenvolvidos também.

Viver no Presente é estar em comunhão e em sintonia com o Universo. E é quando vivemos no Presente e temos essa consciência, que nos unimos ao Universo e abrimos as portas para o Futuro.

Cris Henriques

12 comentários:

  1. Cris que lindo..
    Realmente o presente é o único tempo que temos nas mãos.. por isso a importância de vivermos cada minuto com toda paixão.. tentando fazer deles momentos especiais... porque assim ficarão guardados no nosso passado e nos ensinará muito no futuro..
    Amei os três posts sobre o tempo...
    Muito bom mesmo..

    Beijinhos no seu coração e um fim de semana maravilhoso..

    Sheila

    ResponderEliminar
  2. Oi Cris, tudo bem com você?

    Concordo com você, viver o presente é o mais essencial, pois o futuro quem de nós sabe se chegará? Amanhã se eu não acordar? Tenho de viver o dia de hoje e fazer valer cada momento de felicidade ... Muito bom seu pensar ...Um Grande Abraço,
    Bom Domingo
    RioSul

    ResponderEliminar
  3. Oi olha eu de novo aqui ... rsrs
    (Cris, você se cadastrou no mosaico, mas sua imagem não apareceu, se você quiser pode excluir e por novamente ... Fica a seu critério, mas não coloque formato de gif, pois acho que este ele não aceita)

    No mais tudo certo .. Fico honrado em ter você lá comigo ...

    Abraço
    RioSul

    ResponderEliminar
  4. OLá Cris, bom dia !!

    Que texto formidável sobre o Presente , você escreveu, e inclusive é um bom alerta para muitos que não percebem o momento do agora, pois já tem a mente projetada no daqui a pouco (futuro próximo) no que vai fazer, pra onde vai, etc...Ou seja, não vive o instante que vive.
    Muitos tem a mente no Passado, lembrando fatos, eis que são os saudosistas...Outros tantos, a mente projetada no Futuro, no "quando" : quando se aposentar fará isso ou aquilo, em quando se formar fará tal coisa, quando se casar será de tal modo...E o momento presente que é a impermanência de tudo, deixa de ser vivenciado com a intensidade de que é preciso.

    Gostei demais do teu texto! Parabéns!

    Feliz domingo pra todos nós!
    BJos da LU...

    ResponderEliminar
  5. Como sempre um belo post Cris concordo viver é hoje o presente é agora pois o ontem já foi e amanhã nem sabemos se irá existir...Fiquei muito tempo presa ao passado por lembranças que não me agradavam e me torturavam, resolvi dar um basta pois percebi que não iria mudar nada deixava mais dias escaparem sem viver.

    ResponderEliminar
  6. Olá, Cris!! Primeiramente quero agradecer por suas visitas mesmo no momento em que me ausentei! ;)

    Sobre seu post, achei muito interessante a forma como vc conduziu o assunto.

    Confesso que eu sempre tive o presente como uma extensão do passado. Digo, ele é reflexo de tudo o que já vivemos.

    Não quero dizer que ele dependa do passado para ser(apesar de ter dependido, para chegar), muito pelo contrário, pois à partir do presente podemos mudar muitas coisas. Pois como vc bem disse, ele é o aqui e o agora.

    bjks JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderEliminar
  7. Ótima reflexão disse tudo ´presente é hoje, não podemos passar desapercebidos.

    ResponderEliminar
  8. Oi, Cris. Há alguns dias sem visitar os amigos, hoje dei uma passeada por seus três textos. Eu não acredito em reencarnação, mas não desconsidero essa hipótese. De qualquer forma, foi muito feliz em colocar que é o presente onde estamos que deve ser vivido, é onde as coisas acontecem. Eu sempre tenho a sensação de que vivo um paralelo entre o passado e o futuro, o que me faz ficar com a alma um tanto doente. Adorei suas divagações, um abraço!

    ResponderEliminar
  9. Viva o presente com amor e alegria e, no futuro, poderá lembrar de um passado memorável....Um início de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Um belo e sábio texto que nos leva a refletir como temos agido.
    O presente é nosso "presente" o passado é a cruz que vencemos e o futuro é a nossa esperança, portanto, ao desembrulharmos a caixa do nosso presente, guardemos o papel e a fita, poderá nos servir ainda...
    Maravilhoso amiga! Um beijo.
    Ivany

    ResponderEliminar
  11. Olá amiga querida, vim te ver e me deparei com este lindo e verdadeiro post.Deixaremos o passado e nos foquemos no presente para vivê-lo intensamente. Beijinhos e uma semana maravilhosa.

    ResponderEliminar
  12. Olá, Cris.
    Muito reflexivo e verdadeiro o seu texto.
    Não podemos viver no passado e nem esperar pelo futuro, o que temos de fazer é usar o passado para aproveitar o presente e construir o futuro.
    Abraço.

    ResponderEliminar

Olá!

Seja bem-vinda/o ao blogue O Que O Meu Coração Diz.

Fique à vontade para deixar o seu comentário. Se for a primeira vez que me visita deixe com a sua mensagem o nome e o link do seu blog para que eu possa retribuir a sua visita.

* Os comentários deste blog devem falar acerca das respectivas postagens.

* Os comentários serão todos moderados e ficarão visíveis após revisão.

* Comentários ofensivos serão imediatamente apagados.

Obrigada pelo seu comentário e pela visita.

Beijos e abraços para todos,

Cris Henriques
(Autora do livro «O Que O Meu Coração Diz», criadora e administradora do blogue.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tradutor do Google

Acerca das imagens do blog...

Algumas imagens contidas no blog foram colocadas nas postagens apenas para ilustrar o conteúdo, dando-lhe mais beleza. Essas imagens foram encontradas no navegador Google e estão inseridas noutros sites, ou blogs. Se alguma dessas imagens for sua, peço que me informe pelo Formulário de Contacto, ou pelo meu e-mail para que eu a possa retirar e substituir.

Conversor Tipográfico

From:
To:
Result:
UnitConverter.org - the universal assistant for all of your unit conversion needs.

Siga por Email

Recebe Grátis a Newsletter

Adiciona o teu Em@il para receberes as actualizações:

Enviado por FeedBurner

DigNow