Seguidores

Acompanhe-me nas Redes Sociais


Gostaste? Então, (com)partilha nas Redes Sociais

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Janeiro

Fotografia cedida pela Susana Alves

Na janela a chuva,
Persistente batia.
As árvores nuas,
De frio tremiam.


Na moldura a tua foto,
Que sempre me sorri.
Angustiada e saudosa,
Por tu não estares aqui.


Não é uma ida definitiva,
Se te ausentas de mim.
É uma coisa temporária,
Muito delicada de gerir…


É Janeiro, mês da neve,
Ela congela lagos e rios.
Mas não gela o teu beijo,
Ele aquece o corpo frio.


E tu chegas de mansinho,
Envolves-me na tua ternura.
No olhar há um novo brilho,
Estás mais meiga, madura.


Tua alma tem uma chama,
Que me estimula e fascina.
Como uma bússola guia-me,
Orientando-me perante a vida.



Cris Henriques

50 comentários:

  1. Olá Cris,
    Falar o que da sua poesia, seria até uma ousadia minha.
    És uma excelente poetisa e escritora.
    Um bom fim de semana
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli.

      Muito obrigada pelo carinho. Ainda estou a aprender a arte de poetizar. ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Simplesmente FANTÁSTICO..Poema cheio de carinho, amor e presença

    Bom fim de semana
    Cumprimentos
    ****************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ricardo.

      Muito obrigada pelo carinho e presença.

      Abraços

      Eliminar
  3. Bom dia Cris.. tuas poesias são lapidadas com tanto carinho e adentrando fundo no sentimento que mais nos contorna que é o amor.. bjs e um lino dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Samuel.

      Quando o amor vibra cá dentro do peito, deixa-se transbordar nas linhas fazendo poesias.

      Obrigada pelo carinho.

      Beijos

      Eliminar
  4. Oi Cris,
    boa tarde,
    eu amei o seu poema,

    começou um pouco triste mas depois mudou completamente o final...
    fantástico!

    Desejo a vocês um lindo fim de semana
    um beijo e um forte abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ariel.

      Desculpa por só responder ao teu comentário agora, mas tenho tido problemas no PC.

      Obrigada pelo carinho e amizade sempre.

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá querida amiga.
    Espero que estejas bem, comigo esta tudo se normalizando.
    Adoei a poesia, o começo combinou com o clima em Muaná, esta chovendo muito, uma delicia para se aconchegar em casa.
    Sua poesia tem um brilho, não sei te explicar, mas encanta muito.
    Um bom domingo. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga linda.

      Fico contente que as minhas poesias te deixem bem.
      O Inverno aqui em Portugal é muito frio.

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Amei seu poema, Cris, tem amor, leveza, saudade, regresso... elementos que tornam um relacionamento inesquecível. Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bia! :)

      Fico contente por gostares deste meu poema.
      Obrigada pelo carinho.

      Beijos

      Eliminar
  7. Querida amiga e poetisa Cris...!!!

    Senti-me honrado com mais uma sua presença
    Em meu blogue, com o seu carinho de sempre.
    Passando para retribuir, deixar o meu abraço e
    Carinho, desejando-lhe um lindo domingo e
    Maravilhoso final de semana para você.
    Linda a sua poesia. Gostei muito.
    Beijos de luz !

    POETA CIGANO – 12/01/2014

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amigo Carlos.

      Grata pela tua amizade e carinho sempre.
      É bom ter a tua companhia.

      Beijos

      Eliminar
  8. Enero, el primer mes del año, genial tu escrito, saludos.

    ResponderEliminar
  9. Olá, querida Cris
    Quadras bem escritas e me deu gosto de ler uma por uma...
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Orvalho!

      Obrigada pelo carinho e amizade.

      Beijos

      Eliminar
  10. Olá, Cris.
    Bela poesia; por mais tristes ou desesperançados que estejamos, a lembrança ou presença da pessoa amada tem o poder de nos fazermos ver o mundo de uma forma totalmente nova e melhorada.
    Abraço, Cris.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jacques, amigo.

      É bem verdade o que dizes. Estar com o ser amado, é mágico.

      Beijos

      Eliminar
  11. Olá querida td bem por aqui?

    Vim elogiar vc mais uma vez, desejar sempre
    o melhor por tudo que tem de bonito e poemas lindos

    Desejo um bom domingo

    Abraços de sempre

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Rita.

      Muito, muito obrigada pelo carinho.

      Beijos

      Eliminar
  12. Minha querida

    Um poema cheio de emoção e profundidade que adorei ler.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sonhadora.

      Quando o amor é verdadeiro, nem o mês frio de Janeiro o congela.

      Tem um dia feliz!

      Grata pela tua companhia e presença.

      Beijinhos

      Eliminar
  13. As vezes nosso olhar capta na paisagem os desejos de nossa alma, como tambem as tristezas de nosso interior.
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha.

      Bom dia!

      De facto, é verdade. Mas mesmo na distância e no frio o amor faz-se presente.

      Dia feliz!

      Grata pela tua visita.

      Beijinhos

      Eliminar
  14. Oi, Cris!
    Lindo poema... e que seja breve a ausência!
    Então, quando as árvores estão tremulando à chuva, é porque estão se enregelando? Pobrezinhas!
    Um abraço do Brasil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina.

      As árvores despem-se para o Inverno, para depois se vestirem para a Primavera. Ficam floridas, perfurando a vida.

      Grata pela tua presença.

      Beijos

      Eliminar
  15. Cris, querida amiga!
    Muito belo e extremamente diferente do cenário que temos por aqui. Para teres uma ideia, nesta quinta-feira, fez 42 graus em Porto Alegre, onde resido, mais ao sul do Brasil, e isso que estou falando do sul, onde teoricamente deveria ser mais frio.
    Bela descrição poética você fez neste poema! Pleno de imagens!

    Beijos para ti e para o Freddie,o gato mais gato de Portugal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Cissa;

      Desculpa a demora na moderação dos comentários. Problemas informáticos, têm-me retido por aqui.

      Não sabia que em Rio Grande do Sul, era tão quente assim. Aqui em Portugal, as coisas são diferentes. O norte é frio, o sul é quente.

      Freddie está bem, manda lembranças para ti e para os primos.

      Beijinhos linda

      Eliminar
  16. Que lindoooooo.....e junto com a imagem ficou perfeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga Pati;

      Obrigada.

      Muitos beijinhos

      Eliminar
  17. Olá amiga, tudo bem? Espero que sim.
    Estou um pouco adoentada de um virus que não larga do meu pé, me recuperando, acho que tem tudo a ver com baixa resistência. Preocupada e aguardando noticias suas. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga;

      Desculpa não pude responder antes. Espero que a esta altura já estejas bem.

      Beijinhos

      Eliminar
  18. Olá, querida Cris
    O poema ficou lindo e cheio de bons sentimentos...
    O amor vem de mansinho... envolve-nos pela ternura...
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Orvalho!

      O Amor que chega de mansinho, é o mais belo.

      Grata pela tua presença.

      Beijinhos

      Eliminar
  19. Bonitas palavras!
    Vim convidá-las para participar do cantinho que fiz para divulgação de blogs!
    http://santaclaraartesanato.blogspot.com.br/p/divulgue-seu-blog-aqui.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Santa Clara.

      Muito obrigada pelo carinho.
      Passarei no vosso blog em seguida.

      Beijos

      Eliminar
  20. Um poema muito bonito Cris,uma música do coração que sente a saudade.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Olga!

      Muito obrigada pelo comentário e também, pela tua presença no meu humilde espaço.

      Deixa-me o link do teu blog num comentário, para então, te visitar.

      Beijos

      Eliminar
  21. Boa noite Cris, já havia estado aqui mas não sei por que perdi o caminho desta bela casa, encontrei-a novamente num comentário que você deixou em meu blog em 2012, mas agora não perco mais o caminho por que me inscrevi para receber quando fizeres novas postagens, lindo o teu poema, deste amor que tens certeza que mesmo que demore vem e preenche tua alma, lindo beijos Luconi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luconi.

      Grata por estares aqui.
      Sê muito bem-vinda!
      Espero que gostes da minha "casa". :)

      Beijos

      Eliminar
  22. Olá, Cris.
    Belo poema; creio que, quando se ama, distância e tempo pouco importam, já que sabemos que chegará a hora em que reencontraremos nosso amor.
    Abraço. Cris.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jacques!

      Bem-vindo de volta. Já tinha saudades da tua presença por cá.
      Fico contente por teres percebido a minha visão e sentir nesta poesia.
      Obrigada por comentares.

      Beijos

      Eliminar
  23. Olá, Cris
    Depois de um poema tão bonito, uma verdadeira declaração de amor, ouvir, e ver, João Pedro Pais, podemos dizer que é "a cereja em cima do bolo"!

    Um óptimo fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariazita!

      Sê bem-vinda ao meu blog e obrigada por me seguires.
      Obrigada por gostares da poesia, fico contente.
      Deixa-me o link do teu blog, para que eu possa conhecer um pouco de ti.

      Beijos

      Eliminar
  24. Oi Cris! Como está? Meu gato Renê também lhe manda lembranças. (hehehehe)
    Que belo poema! Mais que que a presença e os beijos ternos é orientar perante a vida, isto demonstra a preocupação constante e o amor sincero e desapegado, gratuito e divino. Magistral!
    Um grande abraço saudoso e tenha bons dias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Augusto!

      Como vais?
      Lembranças ao Renê, minhas e do Freddie. :)
      Para mim, meu amigo, o amor é essencial à vida e ao coração.

      Beijos e obrigada

      Eliminar

Olá!

Seja bem-vinda/o ao blogue O Que O Meu Coração Diz.

Fique à vontade para deixar o seu comentário. Se for a primeira vez que me visita deixe com a sua mensagem o nome e o link do seu blog para que eu possa retribuir a sua visita.

* Os comentários deste blog devem falar acerca das respectivas postagens.

* Os comentários serão todos moderados e ficarão visíveis após revisão.

* Comentários ofensivos serão imediatamente apagados.

Obrigada pelo seu comentário e pela visita.

Beijos e abraços para todos,

Cris Henriques
(Autora do livro «O Que O Meu Coração Diz», criadora e administradora do blogue.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tradutor do Google

Acerca das imagens do blog...

Algumas imagens contidas no blog foram colocadas nas postagens apenas para ilustrar o conteúdo, dando-lhe mais beleza. Essas imagens foram encontradas no navegador Google e estão inseridas noutros sites, ou blogs. Se alguma dessas imagens for sua, peço que me informe pelo Formulário de Contacto, ou pelo meu e-mail para que eu a possa retirar e substituir.

Conversor Tipográfico

From:
To:
Result:
UnitConverter.org - the universal assistant for all of your unit conversion needs.

Siga por Email

Recebe Grátis a Newsletter

Adiciona o teu Em@il para receberes as actualizações:

Enviado por FeedBurner

DigNow