Seguidores

Acompanhe-me nas Redes Sociais


Gostaste? Então, (com)partilha nas Redes Sociais

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Puzzle da Vida

Imagem no Photo Rack - Stock Photos.


Quando nascemos, nos primeiros segundos da nossa vida sentimo-nos sós e indefesos perante um universo tão vasto, tão grandioso. Sentimo-nos assustados, desesperados e então choramos, suplicando a esse mesmo universo por uma mudança, pedimos alguém que nos dê amor, protecção e conforto. O universo atende o nosso pedido, como um génio da lâmpada mágica dizendo: “─ O teu desejo é o meu comando!” ─ e puff!

A situação muda imediatamente, uns braços e um regaço cheios de amor acolhem-nos de felicidade com o coração preenchido com tamanho afecto que nos envolve, enchendo-nos com muitos e muitos beijinhos, alimentando-nos seguidamente do seu seio com leite materno que nos trás vitalidade para conseguirmos subsistir perante a vida. Este ser tão bondoso, é como um pilar onde nos apoiamos durante a vida inteira é a nossa Mãe. Nós vemo-la como um anjo e à medida que essa mulher  nos  educa,  ama--nos e ensina-nos, nós vemo-la como uma super-mulher, pois além de mãe, ela é também mulher. Ela trabalha, cuida da casa, cuida do marido exigente e caprichoso que é o nosso pai, e no meio da azáfama diária, arranja sempre um tempinho para nós, para nos acolher no seu colo, para nos amar. Então este ser que nós tanto amamos torna-se a nossa heroína e crescemos orgulhosos, agradecidos por o universo ter sido tão generoso connosco com tão lindo presente e agradecemos por a nossa mãe preencher todas as nossas necessidades da nossa primeira infância. Esta é a primeira peça do puzzle que é a nossa vida, a nossa base e a peça à qual nos unimos quando fomos gerados no seu ventre.

No entanto, nós vamos crescendo e continuamos com o nosso puzzle, encaixando peças que também fazem parte de nós e da nossa vida, são os nossos avós e os nossos irmãos, são a nossa família. O amor flui e uma vez mais agradecemos ao poderoso universo pela sua amabilidade e pela sua maravilhosa generosidade. O tempo vai passando e vamos colocando mais umas pecinhas, algumas ligam-se a nossa base, outras não. Essas pecinhas que surgem mais tarde, um pouco afastadas da base são amizades que surgem ao longo da nossa vida e que ficam connosco até ao fim. As mais afastadas, são parentes, colegas, etc. E assim vamos crescendo e renascendo das cinzas, aprendendo e amadurecendo com eventuais perdas que vão ocorrendo no nosso puzzle da vida. As desilusões, são as peças que se perderam no nosso puzzle e nos deixam um buraquinho aqui e ali, ficando o puzzle incompleto.

Todavia, há um certo momento em que sentimos necessidade de preencher aquele vazio que fica entre a nossa base e as peças que representam os nossos amigos verdadeiros, estamos à procura da personificação do Amor. É nesse momento então que olhamos o céu e pedimos ao universo que nos envie um amor verdadeiro, um amor real que nos complete e nos faça feliz. O universo ouve-nos e sorri piscando um olho respondendo: “─ O teu desejo é o meu comando!” ─ e puff, desejo concedido.

Então essa pessoa cruza o nosso caminho. No início, nós não notamos o que está a acontecer-nos mas a roda da vida ganha uma grande velocidade pra diante e aquela pessoa torna-se especial, importante para nós e percebemos que é com ela que queremos passar o resto da nossa vida. Que é com ela que queremos amadurecer, criar uma família e envelhecer. Porque apesar das diferenças, de diferentes pontos de vista e dos defeitos, existe amor e as ambiguidades são superadas porque ela é a tal. Como diz a canção: “she's the one”, ela é a tal e durante algum tempo somos felizes. Tudo é mais bonito, o mundo ganha uma nova cor e nós desejamos que estes momentos se tornem eternos. Porém, o génio não aparece e nós esperamos sem sabermos que este nosso desejo não é tão simples como os outros, pois está dependente do nosso karma e do que está escrito no nosso Livro da Vida. Mas um dia o vento muda e a roda começa a girar em sentido contrário, é um movimento que vai aumentando gradualmente e aí as coisas mudam. Começamos a questionar-nos sem compreendermos que tudo muda e que nada na vida é perpétuo. Precisamos reestruturar os alicerces para que tudo não caia por terra. Assim que percebemos isto, as peças que haviam saído do nosso puzzle e algumas que não conseguíamos colocar, entram agora encaixando perfeitamente.

No entanto, só compreendemos como somos abençoados, quando aquele nosso amor se multiplica e Deus nos envia um filho. Esse filho é um presente, é o fruto do nosso amor pois é gerado com o amor que dois seres adultos e maduros sentem um pelo outro.

Sentada à mesa, vejo o puzzle que tenho vindo a construir e é enorme, lindo! É o mapa da minha vida, vejo nele todo o percurso nele percorrido. Alguns espaços estão completos, cheios de beleza, de cor e de alegria. São cheios de sol, de luz e de arco-íris. Noutros locais, os espaços não estão preenchidos. Falta-lhes peças que foram perdidas, outras não chegaram a ser colocadas e acabaram por ficar meio esquecidas, perdidas nas areias do tempo. Nesses espaços, não existe muita luz, não existe o sol mas existe a lua com as suas amigas estrelas que nos iluminam nos momentos de tristeza, nos momentos mais difíceis, lembrando-nos de ter esperança e que não estamos sós porque no grande cosmos olham por nós. Precisamos ter Fé. Estas peças em falta, são as pessoas que por algum motivo já não fazem parte da nossa vida. São pessoas que desencarnaram, amizades e relacionamentos que se diluíram, situações que o vento levou e que já não voltam nesta vida. Algumas dessas pessoas deixam saudades, outras não, sentimo-nos aliviados de certa forma por aquilo ter tido um fim. Mas por outras pessoas, sentimos tristeza e arrependimento por não termos tido o entendimento correcto para com aquela pessoa, pela exigência que tivemos sobre ela sem nos darmos conta da pressão que exercemos.

Fecho os olhos e visualizo quem magoei, quem maltratei, quem não compreendi e a quem pressionei em certos momentos, levando ao fim a relação. Lágrimas rolam no meu rosto e peço perdão pela minha conduta negligente, estou arrependida da atitude do passado e peço uma nova oportunidade para me redimir. Quando volto a abrir os olhos, já não estou no mesmo lugar. Uma luz de amor envolve-me e uma voz muito  terna  diz--me: “─ Bem-vinda! Descansa agora e dorme. Brevemente, voltarás à vida. O teu pedido de nova oportunidade foi atendido.” Percebo então que morri e que reencarnarei novamente. Agradeço pela nova oportunidade concedida e adormeço profundamente durante um longo tempo, até que mais tarde sou acordada por um mensageiro que me chama e diz: “─ Vem, está na hora.”

Sigo andando por um longo túnel, uma força imensa puxa-me, impele-me para outro mundo e eu entro num novo corpo. Renasci e assim recomeço um novo ciclo e puzzle da vida.

Cris Henriques

*Nota: Este artigo é dedicado a todas as pessoas que estão a ajudar-me na construção do Puzzle da Vida, em particular à minha Mãe, aos meus Guias Espirituais e claro ao meu Amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá!

Seja bem-vinda/o ao blogue O Que O Meu Coração Diz.

Fique à vontade para deixar o seu comentário. Se for a primeira vez que me visita deixe com a sua mensagem o nome e o link do seu blog para que eu possa retribuir a sua visita.

* Os comentários deste blog devem falar acerca das respectivas postagens.

* Os comentários serão todos moderados e ficarão visíveis após revisão.

* Comentários ofensivos serão imediatamente apagados.

Obrigada pelo seu comentário e pela visita.

Beijos e abraços para todos,

Cris Henriques
(Autora do livro «O Que O Meu Coração Diz», criadora e administradora do blogue.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tradutor do Google

Acerca das imagens do blog...

Algumas imagens contidas no blog foram colocadas nas postagens apenas para ilustrar o conteúdo, dando-lhe mais beleza. Essas imagens foram encontradas no navegador Google e estão inseridas noutros sites, ou blogs. Se alguma dessas imagens for sua, peço que me informe pelo Formulário de Contacto, ou pelo meu e-mail para que eu a possa retirar e substituir.

Conversor Tipográfico

From:
To:
Result:
UnitConverter.org - the universal assistant for all of your unit conversion needs.

Siga por Email

Recebe Grátis a Newsletter

Adiciona o teu Em@il para receberes as actualizações:

Enviado por FeedBurner

DigNow